World of Goo

Existe uma fórmula para um jogo bom? Bem, não. Mas jogos bons geralmente (nem sempre) são aqueles que tentam ser originais, que pegam uma idéia nunca imaginada e utilizam num nível ambicioso, o que pode resultar tanto no fracasso quanto no sucesso de tal jogo. O caso é que World of Goo é um exemplo onde o resultado foi o sucesso.

Se você já passou algum tempo jogando games em flash pela internet, então é provável que já tenha ouvido falar de World of Goo muito antes de ser lançado comercialmente. No começo, ele não passava de um joguinho pequeno sem nenhum objetivo. Não havia fases, níveis de dificuldade nem nada do tipo. Só as bolinhas pretas chamadas Goos, e a frase “construa uma torre o mais alta possível”.

Como essa.

Mas o caso é que esse joguinho besta e sem sentido ficou tão popular que acabou sendo transformado no grande jogo que se apresenta aqui. World of Goo ainda usa o mesmo sistema de sua versão anterior, de fornecer bolinhas e esperar que você construa torres ou pontes com elas, mas agora dá objetivos e desafios, com diferentes tipos de Goo, cada um com sua habilidade própria. Veja este exemplo:

Os níveis têm uma aparência bem estilizada e amigável.

Neste caso, você precisa construir uma ponte começando na boca do sapo e indo até o cano à direita. O caso é que o jogo tem um sistema de física integrado, então simplesmente construir a ponte normalmente fará com que ele desça com o próprio peso, acertando os espinhos e destruindo os Goos no processo. Então  truque é balancear a posição da ponte usando os Goos vermelhos, que se transformam em balões, mas também não utilizá-los em excesso para que não acertem os espinhos de cima.

É claro que existem fases bem mais elaboradas do que essa, e existem muitos outros tipos de Goo: alguns pegam fogo, outros explodem, outros são grudentos, alguns podem pular de torre em torre, e por aí vai. Mas em quase todas as missões o objetivo final é levar uma quantia mínima de Goos até o cano.

Como neste caso, onde são necessários no mínimo 14 Goos para completar a fase.

Existem várias fases, o suficiente para te manter jogando por um dia inteiro (supondo que você queira jogar tudo de uma vez). Mas algumas podem realmente apresentar um desafio, e para evitar a frustração, o jogo permite que você pule alguns níveis, para poder prosseguir com o jogo e voltar mais tarde para resolver aquele quebra-cabeça.

São várias fases, cada uma centrada no tema de sua "ilha" correspondente.

O que realmente surpreende no caso de World of Goo, no entanto, é como um jogo sobre bolinhas que constroem torres consegue passar uma sensação épica em alguns pontos. E não só pela imagem, mas também pela trilha sonora, que em alguns momentos é digna de um filme do Senhor dos Anéis ou Piratas do Caribe. Ninguém poderia imaginar que funcionaria aqui, mas é o que acontece.

Normalmente o cenário acaba fazendo parte das grandes cenas épicas, como no caso desta mulher, cujo sentido eu não vou explicar (jogue pra entender).

Mas além das fases comuns, o jogo também tem a “World of Goo Corporation”, que é o lugar para onde vão todos os Goos extras coletados (por exemplo, se uma fase requer que você colete 14 Goos, e você coletar 16, esses 2 que estão sobrando vão parar aí). E adivinhe qual é o objetivo nesse lugar? Fazer exatamente o que era feito no World of Goo original: construir.  Nada além de construir, o mais alto que puder Uma parte interessante é o fato de algumas nuvens com nomes de outros jogadores aparecerem pelo céu, mostrando a altura das torres de outros jogadores pelo mundo. Não tem lá muito sentido, mas é interessante para quem gosta de competir.

Mas eu te garanto que você vai precisar gastar muito tempo para conseguir um bom lugar no ranking mundial.

Então, basicamente, World of Goo não é um jogo longo, mas a experiência que você tem nas poucas horas de duração é intensa e divertida o suficiente para fazer com que valha a pena.

Frase Final: Waa-haa-haa! Yaaay! (últimas palavras de uma bolinha de Goo).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: